Passo-a-passo de Como Vender Através do Marketing de Conteúdo

Artigo publicado pelo Blog Vitamina Publicitária

vendedor

O marketing de conteúdo é um excelente caminho para finalizar com chave de ouro sua venda, pois através desta estratégia, você conseguirá muito mais que simplesmente vender, mas sim fidelizar e estreitar o relacionamento com seu futuro cliente.

Vender é uma arte! O vendedor precisa ter bom papo, conhecimento profundo do assunto, ser simpático, se envolver com o cliente e conseguir convencê-lo de que seu produto poderá revolucionar sua vida.

Existem algumas táticas para que o processo de venda seja feito da melhor forma. O velho e bom funil de vendas é uma delas. Através dele, conseguimos verificar quais os passos a serem seguidos para conseguir finalizar a venda com sucesso.

O funil de vendas representa, de uma maneira simplificada e visual, qual o caminho que o cliente percorrerá para enfim comprar seu produto/serviço. Assim, o time de vendas criará procedimentos para encantá-lo e fazer uma abordagem qualificada.

O marketing de conteúdo tem papel fundamental neste processo. Gerar conteúdo relevante, criativo e que seja interessante para seu público será o primeiro passo para eles saberem da sua existência e mais: fazerem questão de curtir, comentar e compartilhar este conhecimento. Com pensamento estratégico, é possível utilizar o marketing de conteúdo para cada fase do funil de vendas, interagindo cada vez mais com seus clientes e conquistando aos poucos a sua fidelidade.

As etapas do funil de vendas são:

ATRAIR • CONVERTER • FECHAR • ENCANTAR

No artigo Metodologia de Atração (Inbound Marketing) você poderá obter ainda mais informações.

 

Como utilizar o marketing de conteúdo em cada etapa?

1) ATRAIR

Nesta etapa, o visitante de seu blog, site ou redes sociais é apenas um desconhecido em busca de algum interesse específico. Por isso, nesta etapa, é fundamental que seu website esteja devidamente indexado no Google, com todas as informações de sua empresa, produto e formas de contato. Suas redes sociais deverão estar todas atualizadas, com conteúdos interessantes e atrativos. Se possui um blog, melhor ainda! Coloque todos os detalhes e aumente ainda mais as chances de tê-lo como cliente.

O principal objetivo aqui é atrair o lead e levá-lo dentro do processo de venda.

Lembre-se que aqui esta pessoa não tem conhecimento sobre sua empresa e o quanto ela poderá mudar sua vida. Invista em layouts atraentes, textos que falem dos benefícios de sua empresa e que você é o seu solucionador de problemas. A linguagem não é comercial, mas sim instrutiva. Não fale sobre seus produtos, fale sobre seu mercado e o conhecimento que você tem dele.

Seja uma referência do mercado em que atua desde já. Compartilhe conhecimento sobre sua área, novidades, notícias sobre assuntos ligados a sua empresa. Aqui, você compartilha conteúdo por fazer questão de dividir ideias e conhecimento.

Principais estratégias:

  • Invista em vídeos explicativos: crie uma percepção positiva da marca através de vídeos educativos, fazendo com que este lead verifique na prática o quanto sua empresa poderá estar próxima sempre e auxiliá-lo da melhor forma.
  • Conteúdo para blog: excelente estratégia para educar estes possíveis clientes. Aqui você iniciará seu relacionamento sem ter nada em troca, apenas o prazer de compartilhar algo que agregue valor ao seu público.

 

2) CONVERTER

A partir do momento que este lead mostrou-se interessado pela sua empresa, é hora de ser ainda mais próximo!

Este lead já apresentou interesse sobre seus produtos ou serviços, pois em meio a tantas empresas existentes, este individuo escolheu a tua para saber mais detalhes. É hora de saber quem são eles! Através de landing pages e formulários de contato, você conseguirá um mailing excelente para futuras campanhas. Em troca de um ebook, por exemplo, este futuro cliente deixará seus dados de contato para fazer este download que aumentará seu conhecimento sobre o tema.

Assim, você saberá o que realmente ele procura e poderá oferecer mais detalhes ou produtos e serviços que completem ainda mais este interesse.

Continue sendo referência em seu segmento e aproveite os dados de contato para encantar ainda mais e iniciar o processo final da venda. Dependendo da estratégia e da qualificação do lead, o time de vendas já pode iniciar o contato, com um pouco de sutileza. Mas o time só deve fazer o contato se realmente você perceber que a venda final se aproxima.

Principais estratégias:

  • Ebooks: através de um formulário, você terá o mailing em troca de disponibilizar um ebook sobre um assunto interessante de seu mercado. A ideia aqui não é desenvolver um ebook explicativo de um produto, mas sim sobre algo relevante do mercado de sua empresa, um tema útil e de interesse deste público curioso e que está com sede de mais conhecimento.
  • Newsletter: assim que já tiver um cadastro considerável através destas landing pages, comece a investir no envio de newsletter, com mais explicações sobre o assunto que os interessou para que esteja engajado com seu conteúdo deste o início deste relacionamento.
  • Cases de mercado: divulgue algumas histórias de pessoas e empresas que adquiriram produtos que são da mesma linha da sua empresa para mostrar a este público o quanto eles ficaram satisfeitos com os resultados, contribuindo assim, com a possibilidade da venda.

 

3) FECHAR

O momento agora é de envio de e-mails marketing com mais informações sobre seus produtos e serviços, sobre o histórico e importância da empresa.

O lead quer comprar e está precisando de um último “empurrãozinho” para finalmente você finalizar sua venda. Aqui, o que contará será a proximidade, a preocupação em resolver os seus problemas e o compartilhamento de detalhes fundamentais do assunto que o interessou desde o início.

Aqui, a mágica acontece! Deixe seu público confiante de que você é mais que uma empresa e sim um grande parceiro! Seus conteúdos devem ser TODOS personalizados, com o nome do lead e sempre com os temas de que são de seu interesse. Se você tem um leque amplo de produtos, cuidado: nunca empurre ofertas que este lead não tenha mostrado interesse, isso pode comprometer e muito a imagem de sua empresa.

Encante seu lead. Lembre-se que o principal não é uma venda única, mas sim uma longa parceria, onde este lead será um cliente fidelizado, que compartilhará uma ótima experiência de compras com seus amigos.

Principais estratégias:

  • Depoimento de clientes: divulgue depoimentos de seus principais clientes. Faça um mini roteiro para que eles preencham, com questões sobre o atendimento, proximidade, qualidade dos produtos e serviços. Isso faz toda a diferença. Este lead comprovará que realmente o que você tem a oferecer poderá ajudá-lo em suas dores.
  • Blog corporativo: publique notícias, ideias inovadoras sobre seu mercado e invista na comunicação e divulgação deste conteúdo. Você deve ser uma referência de busca quando o assunto for sobre seu segmento.

 

4) ENCANTAR

O grande propósito de sua empresa é ter um cliente fiel, por um longo tempo. Por isso, quando conseguir finalizar a primeira venda, não esqueça deste cliente.

Este momento é de mostrar o quanto estamos felizes em fechar a parceria e que estamos de prontidão para atendê-lo e o quanto a sua empresa é importante para ele.

Trace estratégias pós venda. Envie e-mail marketing de agradecimento pela confiança, junto com um questionário de satisfação, inclusive espaço para sugestões de melhorias. Invista em campanhas de produtos e serviços que complementem a última compra.

Principais estratégias:

  • Webinars privativos: faça webinars exclusivos para tirar dúvidas. Isso aumentará a confiança de seu cliente e ajudará na fidelização.
  • Mídias sociais: utilize diferentes plataformas para comunicar as novidades e inovações.
  • Blog: mantenha-o atualizado sempre, com dicas bacanas sobre o mercado e utilização de seus produtos. Automaticamente esta estratégia faz com que este público esteja sempre presente, mesmo à distância.

O marketing de conteúdo é um poderoso aliado nas vendas. Com a revolução atual na comunicação e na percepção das pessoas, vender de imediato, sem ter um encanto inicial, compartilhar algo que chame a atenção do futuro cliente, não funciona!

A era em que vivemos é de relacionamento próximo, mesmo se for via web. Visitas pessoais são muito importantes, mas se não for o seu caso, a internet une as pessoas de uma forma íntima também.

Seja criativo, inteligente e prestativo desde o início do processo. Fechar a venda da forma mais natural possível é o grande segredo para não somente vender, mas fidelizar seus clientes.

6 Passos Garantidos para Criar os Melhores Títulos e Atrair Leitores!

Artigo publicado pelo Blog Vitamina Publicitária

Ele é o principal responsável por abrirem ou não a sua mensagem. O título tem a função de despertar a curiosidade de seu público para que saibam da sua existência. Quanta responsabilidade, hein?

Desenvolver uma ideia e colocá-la em prática não é uma tarefa simples. Requer pesquisa, estudo, aprofundamento do assunto, rascunhos, brainstorming, etc. Após toda esta análise, você inicia o processo de fazer das ideias algo existente.

Escrever bons artigos faz parte da estratégia de inúmeros sites, blogs e redes sociais. Mas, de NADA adianta se estes conteúdos não chamarem a devida atenção de seu público para a leitura. O grande responsável para instigar e convidar o público a aumentar seu conhecimento ou ficar ciente de uma novidade, é o título.

O título é a primeira conexão com seus leitores e se houver falha neste início, é certo que seu objetivo não será alcançado. Ele está presente em praticamente tudo que fazemos na web: nas redes sociais, nas matérias, anúncios e até mesmo nas ferramentas de busca, como o Google.

Devido a esta importância, vamos te ajudar a criar títulos inesquecíveis, que realmente farão a grande diferença em sua mensagem. Vamos as dicas!

1) A técnica AIDA

Existem 4 elementos que são necessários para a construção de bons títulos. São eles:

  • Atenção: capture com as palavras certas a atenção de seu leitor. Ideias como: “Saiba agora”, “Imediatamente”, “Não perca tempo”, “Gratuito”, “Descubra” são ótimas para que o leitor saiba de imediato que aquele assunto o interessará.
  • Interesse: coloque o principal benefício que seu público terá em ler o seu artigo. “Melhore sua vida”, “Aumente seu conhecimento”, “Ganhe dinheiro” são alguns exemplos.
  • Desejo: aqui a ideia é despertar o desejo através da combinação dos benefícios com senso de urgência: “Melhore sua vida imediatamente”, “Aumente seu conhecimento em poucas horas”, “Ganhe mais dinheiro em 1 semana”.
  • Ação: convide o leitor a ler, curtir e compartilhar o conhecimento. Inclua algo como: “Clique aqui e descubra”.

Esta é a fórmula perfeita para conseguir a atenção desejada.

2) Deixe sempre claro para seu público que ele é único, especial, que o conhecimento que você compartilha será excelente para sua vida

O título tem o objetivo de comunicar os leitores sobre algo novo, que a leitura do artigo será útil para as pessoas, que estas terão mais conhecimento sobre o assunto.

3) O título tem a função também de informar que sua empresa é referência em determinado assunto

“Saiba agora”, por exemplo, passa a imagem de que quem está comunicando detém deste conhecimento e faz questão de compartilhar para a sociedade algo que é de suma importância.

4) Seja diferente

Não tenha medo de ser esquisito. Às vezes, um título “estranho” pode chamar ainda mais a atenção no meio de mensagens que já estamos acostumados a ver.

5) Listas

Está comprovado: listas e números nos títulos ganham a preferência de qualquer público. “10 motivos”, “7 Dicas”, “3 passos” tem muito mais audiência e aceitação.

6) Utilize palavras-chave

Não é para ser mecânico! Se houver a possibilidade de incluir também no título palavras-chave de seu texto, é uma excelente maneira de SEO, além de ser uma forma atraente e inteligente de chamar a atenção.

Estas dicas te ajudarão a aumentar as chances de seu público ter o interesse sobre determinado artigo publicado. Mas, tão importante quanto, inclua na mensagem o quanto sua empresa se envolve com seus clientes, que fazem questão de fazer parte de seu universo, de solucionar sempre seus problemas, de estar próximo nas dificuldades.

Mesmo se sua estratégia for B2B, seu público, seja ele qual for, são seres humanos que gostam e precisam ser tratados como tal. Quanto mais “íntimos” os títulos e as mensagens forem, a empatia será maior e as chances de notoriedade aumentarão.

Neuromarketing: a comprovação da eficácia do Marketing de Conteúdo

Artigo publicado pelo Blog Vitamina Publicitária

neuro

Oferecer ao público mensagens e anúncios que são do seu total interesse, poupando-o de propagandas indesejáveis, que causam repulsa.

O princípio do neuromarketing é o mesmo do marketing de conteúdo: divulgar conhecimento, algo que seja relevante ao consumidor, que traga uma boa experiência de consumo através da análise de seu comportamento.

Desde 2002, o Neuromarketing trouxe descobertas fantásticas para o mundo da comunicação. Através de tecnologias avançadas, pode-se investigar o comportamento do consumidor, ao ver uma marca ou produto e analisar qual impacto esta mensagem gerou em seu inconsciente.

As ferramentas neurocientificas possibilitam uma nova compreensão, verdadeira e comprovada do comportamento do consumidor. Elas são capazes de, por exemplo, determinar se sua campanha vai gerar desejo, repulsa ou ainda aumentar a possibilidade da compra por impulso.

É possível descobrir de fato o que causa o sentimento negativo por um produto, imagem ou frase. Com estas respostas, a empresa conseguirá levantar quais são os assuntos que chamam a atenção de seus consumidores e quais não darão bons resultados.

Saiba agora algumas descobertas do neuromarketing que podem auxiliar na construção do seu planejamento de marketing de conteúdo.

  • Nosso cérebro segue uma zona lógica e por isso gosta que contem histórias. Ou seja, está comprovada a eficácia de contar a trajetória de sua empresa, como seu produto ou serviço pode mudar a vida das pessoas, como foi o processo de lançamento de uma nova campanha. Cada vez mais é necessário envolver seu cliente, fazê-lo sentir-se parte da construção de algo importante de sua empresa.
  • Gostamos de simplicidade. O simples atrai nosso cérebro. Quando inserimos informações demais e deixamos a mensagem com muitos elementos, confundimos o leitor, que precisa de agilidade na compreensão e velocidade para entender o recado.
  • O cérebro feminino se atrai pela socialização. Se o seu público-alvo são as mulheres, pode ter certeza que estas se sentirão mais atraídas ao notarem que estão envolvidas, fazendo parte do contexto da empresa. Se vender cosméticos, por exemplo, pode-se criar ambientes perfeitos para experimentarem e reconhecerem-se como únicas e especiais.
  • Imagens de pessoas atraem nosso cérebro. Humanizar campanhas e posts são excelentes estratégias para prender a atenção de seus consumidores. Se seu produto principal é software, algo específico e técnico, inclua imagens e textos que mostrem pessoas, que ajudem seu público a sentirem-se próximo de seu negócio, deixando um pouco de lado a máquina que é o computador para evidenciar a inteligência e importância da pessoa que está por trás disso.
  • IMPORTANTE: o cérebro prefere imagens à esquerda e palavras ou números à direita (podemos perceber esta “tendência” nas propagandas e conteúdos publicados atualmente).

Percebemos então o quanto é importante avaliar o comportamento de nosso público. Caso você não possua verba ou disponibilidade para contratar este tipo de tecnologia que o neuromarketing oferece, analise com mais profundidade o que as redes sociais nos fornecem.

O monitoramento dos resultados de cada post; a análise da audiência; quais assuntos foram bem aceitos e quais não tiveram uma boa repercussão; quantos comentários, likes e compartilhamentos cada mensagem teve; qual o comportamento do seu público em cada rede, são algumas questões que podemos verificar constantemente e aprender sempre sobre os hábitos e preferências de quem realmente faz a diferença em sua empresa: os novos e já existentes clientes.

 

O significado das cores e sua importância no material impresso

Ao elaborar o planejamento é fundamental levar em conta que, com tantos produtos disputando o dinheiro e atenção do consumidor, o uso eficaz das cores é uma maneira de captar sua atenção.

Existem diversos detalhes que envolvem o desenvolvimento do material impresso de uma empresa: a tipologia, imagens que causam impacto, escolha do papel, formato, criação do conteúdo e layout e, não menos importante a escolha da cor perfeita.

A cor atinge as emoções de cada pessoa e é extremamente necessário para a imagem de sua empresa, contribuindo inclusive para o processo de venda.

Nós, seres humanos, somos extremamente visuais. Isso pode ser observado claramente nas plataformas online (onde você precisa chamar a atenção de seu público constantemente devido a quantidade de informações disponíveis) e na offline também. É inteligente por parte das empresas constatarem que é preciso pesquisar e utilizar as cores ideais para a mensagem que deseja transmitir.

cores

Leia o artigo completo no Blog Dicas Gráficas Cardquali

Conheça os Principais Métodos para Produzir Conteúdo de Sucesso!

Atualmente, produzir conteúdo (seja você um profissional ou uma empresa) é sinal de maturidade em sua trajetória.

O marketing de conteúdo trouxe uma revolução na comunicação de pessoas com pessoas, de pessoas com empresas e empresas com empresas.

A reputação de sua marca nunca esteve tão transparente quanto nas ações de marketing atuais. As pessoas precisam e querem saber mais sobre sua história, processos para chegar ao produto final, sua percepção sobre as noticias e novidades de seu mercado.

Porém, produzir conteúdo é muito mais do que compartilhar algo ou escrever sem objetivo.

Produzir conteúdo significa que você já está à frente de seu mercado, que possui conhecimento suficiente sobre seu ramo e, principalmente, que faz questão de compartilhar algo útil e que possa agregar na vida de seu público.

Para iniciar este processo é preciso planejamento. Traçar os objetivos a serem alcançados, analisar a fundo o comportamento e preferência de seus consumidores e fazer um cronograma dos assuntos que serão divulgados, juntamente com as datas e a periodicidade.

Existem duas frentes para produzir conteúdo: produção e a curadoria. Ambas são complementares e fortalecerão o seu relacionamento com seus stakeholders.

A Produção Própria de Conteúdo

Esta forma oferece inúmeros benefícios para sua empresa e principalmente para seu público. Produzir conteúdo único, exclusivo e de autoria de sua equipe eleva a imagem de sua empresa e oferece inúmeras vantagens, como: 

  • Informar o quanto sua empresa conhece sobre o assunto publicado;
  • Atrelar sua marca em diferentes modos: textos, vídeos, infográficos e informações de qualidade;
  • Possibilidade de otimização para que este conteúdo seja mais facilmente encontrado pelos buscadores;
  • Você pode ser referência para outros profissionais e/ou empresa (assim como você consome conteúdo dos concorrentes para obter mais informações);
  • Propagar a preocupação de sua marca em publicar conteúdo de qualidade, sempre com foco no aumento de conhecimento e relacionamento com seu público.

Ou seja, produzir conteúdo próprio é essencial para que suas redes sociais sejam vistas como referência no mercado em que atua.

Dica: obviamente, nem sempre podemos criar conteúdo “do zero”. Você pode (e deve!) pesquisar assuntos e matérias que já foram publicadas sobre seu ramo e dar a sua opinião a respeito (colocando assim, a personalidade de sua marca na noticia já publicada) ou reescrevê-la de uma nova forma, com ênfase em algo que você possa agregar ao assunto.

Produzir conteúdo próprio requer:

  1. Organizar os temas para facilitar a pesquisa e escrita;
  2. Estocar artigos (sempre que possível, para ter uma “carta na manga” se algum imprevisto acontecer;
  3. Montar um calendário editorial (com os assuntos, datas e periodicidade).

Estas 3 etapas são fundamentais para que seu conteúdo tenha o sucesso merecido.

ATENÇÃO! Não é preciso divulgar 100% de conteúdo próprio para você construir uma boa imagem na internet. Existe outra forma de distribuir conteúdo que seu público vai adorar! Selecione o que há de melhor dentro de um assunto sobre seu ramo de atividade e mostre ao seu público. Esta é a outra frente de produção, a curadoria.

A Curadoria

Existem portais que fazem muito sucesso e que vivem somente de curadoria de conteúdo:BuzzFeed e Update or Die são alguns exemplos. Eles se baseiam na seleção de assuntos, imagens e vídeos produzidos por outras pessoas. Mas, sempre incluem sua percepção ou divulgam de forma que vá de encontro com a sua personalidade, dando um toque exclusivo ao portal, mesmo que este conteúdo já tenha sido visto por outras pessoas.

Esta é uma excelente estratégia! Publicar algo que já está em circulação não é pecado! Pelo contrário: você pode aproveitar o sucesso de uma publicação, postar com sua opinião ou forma única de sua empresa e ainda ganhar tempo para finalizar aquele artigo próprio, que dá um pouco mais de trabalho.

Dê seu toque especial no texto ou vídeo que já foi publicado e mostre ao seu consumidor que você publicou algo já existente, mas que você se preocupou em colocar a identidade de sua empresa para que seu público fique a vontade para consumi-lo.

A curadoria é ótima para você conhecer mais sobre o seu mercado e, de quebra, se relacionar com empresas que podem contribuir para o conhecimento de seu público. 

Lembre-se sempre de colocar os créditos deste conteúdo e prepare-se, pois você pode ser a referência também de outras pessoas que procuram conteúdo interessante.

Ao final, empresas e consumidores são beneficiados com tanta informação de qualidade, que oferecem mais conhecimento para todos, além do principal, que é estreitar o relacionamento entre todos os envolvidos.

Datas Comemorativas como OPORTUNIDADE

Artigo publicado pelo Blog Vitamina Publicitária.

Sucesso de audiência nas redes sociais, os posts com homenagens às mais diversas e inusitadas datas comemorativas caíram no gosto do público. Então, que tal utilizar este fato como oportunidade para sua empresa?

É incrível como feriados e datas comemorativas ganharam a preferência e são os posts mais compartilhados e comentados atualmente.

“Dia da Terra”, “Dia Mundial do Chocolate”, “Dia do Revendedor ” são alguns dos inúmeros exemplos de assuntos que muitas pessoas e empresas fazem questão de prestar a sua homenagem.

Como um bom empresário, é fundamental mudar sua visão e observar as oportunidades!

Um dos principais quesitos para a construção de um bom plano de marketing de conteúdo corporativo, além de conhecer seu público-alvo a fundo e compartilhar conhecimento, é fundamental observar os interesses e assuntos que estão tendo maior ibope. Com o crescente número de “Dias Especiais” e com o sucesso deste tipo de conteúdo, sua empresa pode (e deve) incluir em seu cronograma, quais as datas do mês que são pertinentes para a empresa divulgar e, de uma forma sutil, se incluir no contexto.

Utilize as datas comemorativas como uma carta coringa e aplique sempre que a oportunidade exigir.

Quer alguns exemplos? Neste mês que se inicia, listamos aqui algumas datas que sua empresa poderá incluir como conteúdo:

MAIO

03 – “Dia Mundial da Liberdade de Imprensa”

Se você for do ramo de comunicação, nada mais justo que utilizar esta informação preciosa e fazer uma homenagem para os jornalistas e profissionais da área.

09 – “Dia da Europa”

Caso sua empresa tenha como atividade mapas, satélites ou mesmo turismo, pode-se incluir esta data e deixar o logo da sua empresa como assinatura.

13 – “Dia do Automóvel”

Para este segmento, uma boa ideia é contar um pouco sobre a história do automóvel no Brasil, incluir momentos históricos e finalizar com uma mensagem emocionante de sua empresa.

17 – “Dia Internacional Contra a Homofobia”

Assunto em alta, qualquer empresa ou profissional poderá fazer sua divulgação apoiando a causa.

24 – “Dia do Vestibulando”

Escolas, instituições, faculdades e qualquer tipo de corporação ligada ao ensino deve prestar a devida homenagem a todos os estudantes que se esforçam tanto para passar na faculdade e mais: melhorar o nosso país. Empresas que tem como público-alvo os jovens também se enquadram aqui.

Estes são alguns exemplos para você observar o quanto este tipo de conteúdo pode ser incluso em seu cronograma de posts. Observe as redes sociais de sua concorrência e o mercado em que atua e verifique se estão utilizando as datas como conteúdo. Estes posts possuem alto índice de compartilhamento e poderá ajudar na notoriedade de sua marca.

Uma boa dica é verificar quais as datas que são interessantes para sua empresa e listar com antecedência para que você já programe seu post no dia correto. É muito importante ter bom senso e não publicar constantemente homenagens a qualquer assunto. Isso certamente prejudicará a imagem de sua empresa, já que é inoportuno e chato publicar este tipo de conteúdo sem ter realmente um motivo.

Que tal padronizar um layout específico somente para datas comemorativas e feriados?

Assim seu público – através da cor estipulada, ícone exclusivo ou grafismo – saberá instantaneamente que àquele post é sobre este assunto. Isso passa profissionalismo, organização e preocupação em padronizar os temas, sempre com foco no melhor entendimento para seus seguidores.

Se ainda não utiliza esta estratégia para se estreitar ainda mais com seu público, comece HOJE! Afinal, o Dia Mundial do Trabalho é uma excelente oportunidade para homenagear sua equipe e parabenizar a dedicação de todos os profissionais, independente do ramo de atividade ou porte de sua empresa.

O Aquecimento Do Mercado De Marketing De Conteúdo

Artigo publicado pelo Blog Vitamina Publicitária

 

O Aquecimento Do Mercado De Marketing De Conteúdo

mercado-conteudo

Os números são alarmantes: 83% dos profissionais de marketing B2B brasileiros geram conteúdo. Você se encaixa neste perfil? Em caso negativo, é melhor se preparar.

Os bons resultados que a estratégia de marketing de conteúdo traz às empresas resulta no aumento significante de corporações atuantes nas redes sociais, compartilhando informações e conteúdo informativo, inteligente e diversificado para o seu público.

Enquanto a publicidade e a promoção de vendas não fazem questão de esconder seu caráter comercial (pelo contrário, querem mesmo passar a mensagem de que o objetivo é a venda imediata), o Marketing de Conteúdo tem como principal intuito posicionar as empresas como provedoras de conhecimento.

Esta prática está ganhando a preferência das corporações, pois os aproxima ainda mais de seu público e faz com que, naturalmente, sua empresa seja vista como solucionadora de problemas, sem passar a imagem de uma empresa que só quer saber de vender, sem saber as reais necessidades, desejos e interesses de seus consumidores.

Será que isso dá resultado?

Inúmeras pesquisas dizem que SIM! Estudos da Hubspot (empresa de software de conteúdo), por exemplo, revelam que as empresas de bens de consumo que acrescentam o blog a seus websites têm 88% mais oportunidades de vendas a cada mês, dos que as que não possuem. No caso das empresas B2B, a vantagem é de 67%!

Nos Estados Unidos a estratégia de marketing de conteúdo caminha com excelência. No Brasil, a prática cresce bastante, mas ainda hesitante. Segundo a Diretoria do Google da América Latina, um dos maiores entraves para que as empresas brasileiras consigam fazer os seus websites decolarem na internet é, justamente, a falta de produção de conteúdo próprio, com as características da empresa, do local onde está instalada, hábitos dos consumidores e tendências locais.

Fato: seu site será maior visualizado e indexado pelo Google SOMENTE SE VOCÊ PRODUZIR CONTEÚDO DE QUALIDADE.

O mundo da internet está conspirando a nosso favor!

Redes sociais como o LinkedIn estão se mexendo para ajudar as marcas a se tornarem publishers melhores. No mês passado, o LinkedIn inovou e colocou no ar uma pontuação que permite mensurar a efetividade de posts.

Calculada com base no total de membros únicos do site que se envolvem com sua empresa (seja através de página corporativa, grupos, publicações, mensagens, etc) a métrica é calculada. Este número é então dividido pela audiência total de usuários ativos do LinkedIn que se deseja alcançar. O resultado mostra qual parte do público-alvo está sendo impactada de fato.

Ou seja, todas as empresas (incluindo as redes sociais e portais que oferecem espaço para as corporações divulgarem seus produtos e serviços) estão se adequando a esta nova realidade.

O público, independente de faixa etária, sexo e interesse, quer saber sobre a empresa que oferece o produto/serviço que ele procura, ele pesquisa sobre os prós e contras, analisa a experiência de compra de outros consumidores, troca informações, compartilha o conhecimento e a vivência do processo e resultado final da compra.

Em meio a tantas movimentações, o marketing de conteúdo está se tornando uma ação dominante de mercado, que beneficia o público, as empresas, os investidores e titãs do mundo da tecnologia.

Desenvolver um plano de marketing de conteúdo eficaz consiste de 3 desafios:

  1. Comunicação em tempo real: A internet fornece milhões de informações o tempo todo. É preciso imediatismo, com campanhas inteligentes, rápidas e de qualidade.
  2. Multicanais: Sua mensagem necessita ser transmitida através de textos, infográficos, vídeos, ebooks, entre outros meios para atingir seu público em qualquer canal e dispositivo. Lembre-se de adequar sempre sua mensagem para que o consumidor que esteja acessando seu conteúdo via smartphone ou tablet, consiga entender perfeitamente o texto e visualizar corretamente a imagem.
  3. Consistência: Marcas globais precisam manter a mesma linha de comunicação em diferentes países, sem deixar de incluir características locais. Uma boa saída é padronizar o layout para divulgação de conteúdo institucional, produtos e noticias em geral para que seu público, independente do local onde esteja, possa fazer a conexão da sua empresa com o assunto divulgado. Mude/adapte somente o conteúdo que quer divulgar e utilize sempre este visual padronizado.

Ainda temos muito a aprender com esta nova metodologia. O importante já está sendo feito: o reconhecimento de que compartilhar informações de interesse de seu público, sem fazer publicidade direta ou incomodá-los com promoções indesejáveis, cresce a cada instante.

Mensurar os resultados e averiguar qual será o retorno dos investimentos, com base em custos e receitas alcançadas, são metas que empresas especializadas em marketing de conteúdo pesquisam. Afinal, divulgar conteúdo é realmente excelente para a empresa e para a população em geral, porém, é utopia, mesmo a longo prazo, não almejar um bom aumento nas vendas finais.